Booking.com

Contos de fada? A República Tcheca é o endereço!


Olá amigos,dessa vez iremos falar sobre a República Tcheca,e quem assina esse texto é a Roberta Clarissa Leite, que é jornalista,espero que gostem.
Desde criança ouvimos falar de contos de fadas, de princesa em castelos. Que tal visitar castelos onde príncipes de verdade viveram? A República Tcheca é um dos países com o maior número deles. O castelo de Praga, onde hoje funciona o gabinete do presidente, é a atração mais visitada junto com a Ponte Carlos. Mas nas cidades tchecas há centenas deles.
Konopiště é um exemplo fabuloso. Local romântico, repleto de área verde, jardins e canto de pássaros. Esse é o cenário deste castelo que fica apenas há 50 km da capital. Foi erguido inicialmente em 1280 como um forte no estilo gótico francês, com posteriores modificações em sua arquitetura. No século 14 já começou a ser chamado de castelo. No século 18 houve a maior modificação e passou a ter o estilo barroco. Foi a última residência do arqueduque Franz Ferdinand, herdeiro do trono Autro-Húngaro.


É aberto a visitação desde 1971, são 5 tipos de visitas guiadas dividas de acordo com seus aposentos. Aqui você volta ao tempo e descobre a intimidade de famílias que viveram dentro daquele ambiente. Para cada visita um grupo de até 25 pessoas é levado sob orientação de um guia, com duração de até 60 minutos, há opções em inglês.


Ao redor do castelo há um imenso jardim, chamado Jardim das Rosas, na primavera e verão é muito florido, é a melhor época para visitas. Pavões andam calmamente pela grama do jardim, estátuas enfeitam a cena, imensas árvores se perdem no horizonte, parece cena de filme. No jardim também fica a Greenhouse ou Glasshouse, como é chamada a grande casa de vidro, diversas plantas tropicais são cultivadas em seus 1.200m². 


Antes da porta de entrada tem a moradia do urso, hóspede permanente do castelo. Se você tiver sorte pode vê-lo, às vezes, é difícil encontrá-lo fora de sua casinha.
Dentro do castelo você pode entrar em seus inúmeros quartos e conhecer o hobby de Franz Ferdnand, a caça. Hábito comum para a aristocracia da época.  Se você não apoia a prática é melhor seguir para os outros aposentos do castelo, já que nas paredes dos corredores estão expostos incontáveis cabeças, chifres de animais, além de pássaros selvagens etc. É uma das maiores coleções.
Konopiště possui também a terceira maior coleção de armaduras de ferro e armas medievais da Europa. Minuciosamente organizadas em um grande salão, é uma amostra de vários tipos de proteção usadas pelos soldados e guerreiros da Idade Média.
Os quartos, a biblioteca, o quarto de criança, sala de jogos, todos com móveis, tapetes e decoração da época. Inúmeras peças de cerâmica de diversos países, presentes comuns entre as famílias aristocratas. Muitos quatros pintados por artistas europeus mostram fotos dos membros das famílias que moraram em Konopiste, além de retratar a região em volta do castelo e muitas batalhas.
Durante a visita não é permitido tirar fotos, infelizmente. Para compensar, nas lojinhas são vendidos livros com a história do castelo e com fotos em todas estações do ano, além de cartões postais, miniaturas de armaduras e outras lembrancinhas.


Para quem quiser aproveitar os sabores da cozinha tcheca, no castelo há um restaurante com as especialidades do país. Com o preço mais em conta, você encontra fora da área de Konopiště ótimos restaurantes com as mesmas deliciosas opções.
O período de visitações tem início no dia 30 de março e segue até 30 de novembro, todo ano. Saindo de Praga você pode chegar lá de trem, partindo da Estação Central (Hlavní Nadrazí), então você segue até a estação Benešov e de lá caminha até o castelo. Para mais informações visite a página do castelo http://www.zamek-konopiste.cz/. Para mais dicas do que fazer na República Tcheca, leia também meu texto sobre Praga, e boa viagem!


Siga nossa página no Facebook e fique por dentro de várias dicas de viagem acesse: https://www.facebook.com/viagsemfrescura

Estamos no instagram: @viagemsemfrescura

Estamos no Twitter: @viagsemfrescura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Logo o seu comentário estará disponível.